BLOG

Blog
  • Clínica do cuidar

BICHECTOMIA - “A QUERIDINHA DE HOLLYWOOD”

A Bichectomia consiste na remoção da bola de bichat, um corpo adiposo nas bochechas.  Ganhou este nome devido ao anatomista francês Marie François Xavier Bichat (1771-1802). Foi quem descobriu a estrutura: um tecido gorduroso localizado na frente do músculo masseter e superficial ao músculo bucinador. 

Sua função é pouco conhecida. Acredita-se que, mesmo sendo um tecido gorduroso, seu volume nada tem a ver com o peso corporal do indivíduo. Mesmo se estiver no peso ideal, o indivíduo pode ter o rosto arredondado. 

O procedimento cirúrgico tornou-se o mais “queridinho”, não só entre os famosos, como Kim Kardashian e Kylie Jenner. Elas aderiram à  cirurgia para conquistar um rosto mais fino, além de contribuir para o contorno natural do rosto, o que normalmente as mulheres fazem na maquiagem.

O procedimento cirúrgico também promete alongar o rosto, aumentando a evidência do osso zigomático e o contorno da mandíbula, tornando a face mais harmônica. 

A bichectomia também tem seus resultados funcionais para aqueles pacientes que costumam “morder” a bochecha, já que removendo a gordura aumenta o espaço entre os dentes e a mucosa da bochecha.

A cirurgia é feita com anestesia local. 

O pós-operatório é bem tranquilo, se forem seguidas todas as orientações. 

O resultado começa a aparecer de 15 a 20 dias e atinge seu resultado total em, no máximo, 90 dias.

São fatores de contraindicação para a bichectomia: o formato do rosto, o uso de radioterapia ou quimioterapia, cardiopatias severas, infecções locais ou sistêmicas, deficiências de coagulação, problemas hepáticos e renais graves, gravidez e pacientes menores de idade.

É preciso que o profissional avalie as expectativas e o formato do rosto do paciente para verificar se o procedimento é mesmo necessário. Pacientes que já apresentam o rosto fino e magro não devem realizar a cirurgia, correm o risco de aparentarem um  envelhecimento precoce.