BLOG

Blog
  • Clínica do cuidar

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE HARMONIZAÇÃO FACIAL!

No início dos anos 2000, começaram a surgir algumas pesquisas sobre o uso da toxina botulínica / botox em alguns casos odontológicos, como o bruxismo, sorriso gengival e paralisias. 

Em janeiro de 2019, o CFO (Conselho Federal de Odontologia) emitiu uma resolução em que reconhecia a harmonização facial como especialidade odontológica. 

A harmonização facial é indicada para homens e mulheres  na realização de um conjunto de diferentes procedimentos estéticos que têm como objetivo melhorar a assimetria em determinadas regiões do rosto, como o nariz, queixo, bochechas, testa e lábios.

Esses procedimentos alinham os ângulos da face, melhoram a harmonia com os dentes e restantes características da pele realçando as características já existentes.

Algumas das técnicas mais usadas para realizar uma harmonização facial são:

- Botox: é utilizado para conter contrações musculares, com o objetivo de redução de linhas e marcas de expressão;

- Preenchimento: é indicado para suavizar marcas de expressão e sulcos que começam a aparecer em decorrência do envelhecimento facial.  O estímulo do colágeno e a hidratação também são benefícios dessa técnica. Existem outros procedimentos, como: bichectomia, lipo de papada, peeling, etc.

Antigamente, esses procedimentos eram procurados, majoritariamente, por mulheres mais velhas. 

Atualmente, são aliados cada vez mais presentes na vida de pessoas mais jovens, tanto do público feminino, quanto do masculino.

 Na maioria das vezes, a harmonização pode ser considerada um procedimento seguro. Porém, quando não é realizado por um profissional capacitado ou quando a técnica não é realizada corretamente, o procedimento pode se associar a alguns riscos, como obstrução do fluxo sanguíneo no local e necrose (que corresponde à morte do tecido), além de deformação no rosto.

Alguns resultados podem ser vistos de imediato, outros demoram mais dias para aparecer. 

Dependendo do procedimento, podem surgir hematoma e inchaço, que são normais e que desaparecem ao longo do tempo.

O profissional que vai realizar a harmonização facial irá avaliar e decidir quais procedimentos e quais técnicas serão melhores para cada paciente.